segunda-feira, 10 de maio de 2021

Guarda-Roupa MINIMALISTA em 03 passos


Já vamos começar quebrando essa barreira de que pra adotar um estilo minimalista precisamos ter somente um número x de peças, ou se vestir como Steve Jobs, ou qualquer outra influência. 

É claro que muitos minimalistas adotam sim este estilo de vestir, porque acreditam que é uma facilidade. Mas como venho falando aqui, de nada adianta a gente se vestir todos os dias de forma igual pra gastar menos energia e tempo na escolha da roupa, se o fato de estar bem arrumada e se vestir é uma prioridade pra você.


Por isso que o PRIMEIRO PASSO é aquele reforço básico sobre a importância do autoconhecimento e de nos perguntarmos o que de fato é prioridade pra gente. Qual é o nosso estilo pessoal? Do que realmente gostamos? O que é essencial na nossa vida? Quais são nossas metas e objetivos? É aí que a gente consegue ter uma boa noção se este ou outros hábitos agregam ou não para a realização das nossas conquistas. 


Eu posso trazer como experiência de mais de uma década trabalhando com comunicação de estilo e imagem pessoal, que a nossa imagem é parte fundamental do nosso estilo de vida. E para comunicarmos nossa imagem com excelência, precisamos sair do automático pra nos conhecermos a fundo.

O que nos leva ao nosso SEGUNDO PASSO. Identificarmos o nosso ESTILO DE VIDA. Vou sugerir pra vocês uma atividade que sempre ajudou minhas clientes. 


Em um pedaço de papel, ou no bloco de notas do celular. Escreva a sua rotina semanal. Todas as atividades que envolvem sua semana. Se você pratica exercício físico, escreva ali, qual atividade, quantas vezes na semana. Se você trabalha em home office ou fora de casa, escreva qual o seu trabalho, quantas horas ou dias na semana você se dedicada à ele. Vai escrevendo sobre todas as atividades que envolvam a sua semana. 


Isso faz com que tenhamos mais clareza sobre a nossa rotina, nos faz ter uma facilidade maior em olhar para o nosso guarda-roupa e começarmos a alinharmos tudo que esta ali dentro ao nosso real estilo de vida. 


Quando a gente vai escrevendo sobre a nossa rotina, vamos refletindo sobre ela e automaticamente sobre as roupas que usamos para cada atividade. E é aqui que tá o pulo do gato. Saber o estilo de vida que levamos, a nossa rotina real, faz com que a gente desenvolva a habilidade de usar melhor as peças que já temos e criar um armário alinhado ao nosso estilo de viver a vida.


Muitas vezes projetamos um guarda-roupa baseado na vida que tivemos um dia, em uma versão que não é mais quem somos e acumulamos peças e histórias que são memórias, mas que não fazem mais parte da vida que escolhemos viver no hoje. 


E pra trazermos isso pra prática, vem o nosso TERCEIRO PASSO que é rastrear os looks que você usar durante duas semanas. Crie suas combinações e anote sobre como você se sentiu naquele dia, o que gostou o que não fez tanto sentido assim, o que você mudaria. Anote tudinho.


Isso vai fazer com que você mantenha mais clareza sobre as peças que você tem no seu armário e sobre quais realmente fazem sentido continuar nessa jornada com você. E nos dá liberdade de viver o momento presente, com toda a intensidade que o dia merece ser vivido. 


O que eu mais amo no vestir é essa oportunidade que a gente tem de usar nossa criatividade sem correr grandes riscos, porque vamos combinar, ninguém vai morrer se fizer uma combinação meio sem sentido, né?


Acredite, esses três passos vão ajudar nessa reconexão com o seu estilo. Vão fazer com que você olhe de forma mais amorosa pro seu guarda-roupa, buscando entender o porque de cada peça estar ali dentro. 


E é esse PORQUÊ que vai te guiar na criação do seu guarda-roupa minimalista. 


Gostou? Conta aqui nos comentários o que mais você quer saber sobre este mundo Minimalista!

E não esquece que toda Quarta e Domingo tem vídeo novo no nosso canal, no YouTube, clica aqui pra se inscrever. 


Um beijo!


Comente:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

@agathalimas

Follow Me